jusbrasil.com.br
26 de Junho de 2022
    Adicione tópicos

    Golpe do leilão de carro cresce no Brasil, e os bancos possuem parcela de culpa

    Leonardo Leonel Rodrigues, Advogado
    há 2 meses


    Em pesquisas realizadas em sites especializados em carros [1][2], em leilões [3] e em jornais policiais [4], se verifica que número de vítimas do golpe do falso leilão de veículo cresce de forma exponencial no Brasil.

    Como expomos em outro artigo publicado aqui no Jusbrasil ( Foi vítima do golpe do leilão de carro? Saiba que você pode ser indenizado), os golpes dos falsos leilões de carro somente são cometidos porque os estelionatários possuem contas bancárias, abertas mediante fraude, o que permite o recebimento e a movimentação atípica e vultuosa de valores.

    Não pode a vítima, o consumidor, suportar os prejuízos de um crime que somente fora praticado em razão da falha na prestação de serviços da instituição financeira, por ter autorizado a abertura de conta irregular, pela qual possibilitou o ilícito.

    Em outras palavras, os bancos permitem a abertura de conta bancária mediante fraude (documentos falsos), e, se não bastasse isso, não cuidam da segurança que dele se espera, ao não monitorar a movimentação diária de vultuosos valores.

    O que estamos observando das diversas condenações dos bancos, nos casos patrocinados pelo nosso escritório, é que as instituições financeiras agem com descuido e falta de zelo, não demonstram a mínima segurança que deles se espera na prestação dos serviços.

    Mas, afinal, com tantas condenações, qual a razão de os bancos não otimizarem a segurança na abertura das contas e monitoramento das contas suspeitas?

    A resposta é muito simples: OS BANCOS BUSCAM LUCRO A TODO CUSTO!

    Veja que mesmo tendo os bancos meios de aumentar os padrões de segurança da abertura de conta corrente, não faz ou faz de forma insuficiente, ficando evidente que privilegiam o volume de negócios, que lhes dá lucro, em detrimento da segurança do consumidor, pois é sabido que, ao final, ganhará mais do que perderá.

    Por esta razão, não há que se falar em culpa exclusiva da vítima consumidora para excluir a responsabilidade do banco, se seu sistema permite que criminoso utilize os serviços disponibilizados para fraudar outros clientes.

    Além disso, imputar culpa a quem foi vítima de estelionato representaria inequívoca inversão de valores. É evidente que o criminoso suprime a vontade do consumidor, de modo que a ela não se pode impor culpa por ter “caído” no golpe.

    De todo modo, os danos seriam evitados se a política do banco fosse a de análise rigorosa na abertura de conta corrente, impedindo que terceiro mal intencionado se beneficiasse da prestação do serviço.

    Das leituras das defesas dos bancos, também observamos que sempre alegam que o golpe do falso leilão é um crime “já conhecido por todos”, portanto, se tornou previsível e evitável.

    Tal afirmação configura confissão de conhecimento da própria instituição financeira, e também agrava ainda mais a sua culpa. Isso pois, o fato de o crime ser previsível e evitável, deveria alertar o banco em seu sistema de segurança, a fim de adotar medidas assecuratórias para impedir a atuação dos estelionatários.

    Ainda sobre as defesas dos bancos, em nenhum momento nos processos judiciais apresentam documentos que atestam a regularidade da conta, pois foram abertas mediante fraude.

    Nesse contexto, a abertura de conta corrente feita por terceiro estelionatário é de responsabilidade exclusiva do banco, tendo em vista que ele é o único capacitado para a análise dos documentos apresentados.

    Aos consumidores que infelizmente foram vítimas do golpe de leilão de carro, não tenham vergonha – a culpa não é sua! -, registrem a ocorrência na Polícia Civil, abram reclamação no seu banco e no banco da conta destinatária na qual a quantia fora creditada, e, caso não consiga a reparação do seu prejuízo, busque a reparação de seus danos morais e materiais na via judicial.


    [1] https://quatrorodas.abril.com.br/auto-servico/cresceonumero-de-golpes-na-venda-de-carros-pela-inte...

    [2] https://autopapo.uol.com.br/blog-do-boris/leilao-online-de-carros-golpe/

    [3] https://blog.vipleiloes.com.br/golpe-do-falso-leilao-cresce-duranteapandemia-do-coronavirus/

    [4] https://www.youtube.com/watch?v=FipzUgMhoZA

    Informações relacionadas

    Leonardo Leonel Rodrigues, Advogado
    Artigoshá 2 meses

    Foi vítima do golpe do leilão de carro? Saiba que você pode ser indenizado!

    Petição Inicial - TJSP - Ação Tutela Antecipada em Caráter Antecedente - Tutela Cautelar Antecedente

    Leonardo Leonel Rodrigues, Advogado
    Artigoshá 2 meses

    Golpe do leilão de carro - eventual culpa concorrente do consumidor não afasta responsabilidade do banco

    Leonardo Leonel Rodrigues, Advogado
    Notíciashá 2 meses

    Banco Santander é condenado a indenizar vítima do golpe do leilão de carro

    DR. ADEvogado, Administrador
    Notíciashá 2 meses

    Juiz se indigna com proposta de acordo: "esculhambação"

    2 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

    Excelente! continuar lendo

    Verdade, os bancos buscam lucro a todo custo e adoram isentar da responsabilidade em casos do tipo. continuar lendo